Papeis a partir de dejetos humanos

Rafael Aharon é o CEO da Applied Clean Tech (ACT), uma empresa israelense de reciclagem de esgoto, que surgiu com um plano para fazer papel a partir de dejetos humanos. Isto pode parecer desagradável, mas Rafael Aharon vê um negócio inexplorado com bastante potencial.

Seu sistema é uma "solução integrada que combina a reciclagem de resíduos urbanos das estações de tratamento de água com a reciclagem da água."

A tecnologia extrai resíduos sólidos provenientes de esgotos, transformando a celulose encontrada em papel higiênico e papel reciclado limpo. O papel pode, então, ser usado para uma variedade de finalidades. De fato, em Israel, durante os últimos dois anos, o papel produzido a partir de esgoto tem sido utilizado em uma variedade de produtos, incluindo envelopes, sem queixas dos consumidores.

Rafael Aharon diz que o esgoto é uma nova fonte de papel. É "uma fonte muito boa se você coletá-lo a partir do ponto em que fazemos, ou seja, antes que os dejetos sejam submetidos aos processos biológicos da planta de tratamento de esgoto."

Rafael Aharon acredita que essa fonte inexplorada de papel é uma mina de ouro. Com a quantidade de árvores qdiminuindo, tal papel pode ser facilmente utilizado para uma única utilização em embalagens como caixas de transporte e até mesmo embalagem de alimentos como ovos e frutas.

ACT está em negociações para a aplicação desta tecnologia com instalações de tratamento de águas residuais  nos EUA e na Europa. Embora esta tecnologia seja nova e cheia de potencial, ela pode ser renegada ao esquecimento.

Segundo o site da empresa, o processo de reciclagem de bio-sólidos produz mais do que apenas papel. O processo de reciclagem cria uma variedade de produtos de energia renováveis comercializados sob a marca Recyllose. Estes incluem combustíveis para usinas de energia, matéria-prima para a produção de etanol celulósico e produtos a base de celulose para a indústria de papel.

A grande dificuldade será vencer o preconceito dos consumidores, se você olhar para uma folha de papel reciclada pela ACT e até mesmo sentir o seu cheiro, não é diferente de outros tipos de papel.  É tudo uma questão de ponto de vista...



TAGs: ,

0 comentários:

Postar um comentário