Lugares completamente destruídos pelo homem.

Os desastres provocados pelas mãos dos homens podem ser mais ou menos trágicos, mas nada é mais terrível do que quando o ser humano consegue destruir completamente um local a ponto de torná-lo inabitável. Conheça alguns destes lugares.

Pripyat - Ucrânia

Pripyat é uma cidade abandonada no norte da Ucrânia, perto da fronteira com a Bielorrússia. ERa a cidade aonde aproxidamente 50.000 pessoas, familiares de pessoas que trabalhavam na usina nuclear de Chernobyl, residiam quando aconteceu o prior acidente nuclear da história da humanidade.

Atualmente o elevado nível de radiação não é considerado seguro para poder se residir na cidade, mas é considerada segura para o turismo. Ainda pode se encontrar parques de diversões, praças abandonadas com brinquedos intactos provando que um dia um cotidiano tranquilo reinou por aqui.

Centralia - Pennsylvania (EUA)

Centralia é uma antiga cidade mineira que chegou a ter 1.000 habitantes, hoje em dia é apenas uma fumegante cidade fantasma de cujas entranhas jorram constantemente uma fumaça mortal de monoxido de carbono.

O povoado foi abandonado em 1962 quando um incendio subterrâneo atingiu as minas de carvão existentes sob a cidade, o incêndio jamais foi debelado e segundo especialistas ele ainda deverá permanecer ativo por mais 250 anos.

Atol de Carteret (Kilinailau) - Papua Nova Guiné

Os habitantes deste pequeno arquipélago localizado no Pacífico Sul, tornaram-se nas primeiras vítimas da mudança climática pela qual a terra está atravessando, a migração os salvou do desastre. A velocidade com que o nível do mar aumenta ameaça inundar toda a ilha até ano de 2015.

Wittenoom - Austrália

Wittenoom é uma cidade fantasma localizada a 1.106 km na região ocidental da Austrália, ~e fruto do maior desastre industrial australiano.

Entre os anos de 1950 e 1960 Wittenoom era o único fornecedor Australiano de asbesto azul. A cidade foi fechada em 1966 devido à falta de rentabilidade das minas e problemas de saúde crescentes ligados à mineração de amianto na área.

Pizzeria - Oklahoma (EUA)

Pizzeria é uma moderna cidade fantasma vítima da poluição do ar causadas pelas minas de zinco existentes na região.

Estudos feitos em meados dos anos noventa revelou que um terço das crianças que viviam a Pizzeria possuiam altos níveis de chumbo no sangue, em 2009 a cidade foi completamente abandonada.

Mar de Aral

Há apenas 40 anos atrás o Mar de Aral estava entre os quatro maiores do mundo e atualmente encontra-se praticamente seco devido a obras que estão sendo realizadas em seus dois afluentes; o Amu Darya e o Syr Darya.

Devido ao desaparecimento quase que total do Mar de Aral, houve uma mudança no clima local e a extinção de muitas plantas e animais.

Por causa de toda esta destruição o Mar de Aral é considerado um dos maiores desastres ambientais do mundo.

Represa das Três Gargantas - China

A construção da maior usina hidroeletrica do mundo é acompanhada por grande polêmica. Embora ela produza energia limpa, um grande número de inundações destruíram definitivamente belos vales, aldeias e cidades antigas, e cerca de um milhão de pessoas foram forçadas a abandonar suas casas.

Great Harbour Deep - Newfoundland - Canadá

Great Harbour Deep era uma próspera vila de pescadores na costa de Newfoundland (Canadá). Depois de décadas de pesca predatória, a indústria de pesca entrou em colapso, os moradores mudaram-se e a cidade foi completamente abandonada.

Gilman - Colorado - EUA

Gilman era o centro de uma mina de chumbo e zinco, atualmente é um lugar completamente deserto com suas águas subterrâneas completamente contaminadas.

As mineradoras deixaram para trás grandes quantidades de arsênio, chumbo, cobre e zinco no solo, levando à morte de todos os peixes do rio Eagle.

Apesar de ter sido anunciado que o dano pode ser reparado e o rio pode voltar à vida, o retorno de pessoas a Gilman ainda não foi aprovado.

Fukushima - Japão

A tragédia da Usina Nuclear de Fukushima, vitimada pelo grande terremoto que devastou o Japão em 2011, é considerado o segundo maior desastre nuclear da história da humanidade, perde apenas para Chernobyl.

As áreas localizadas em um raio de 30 km em volta da usina são consideradas perigosas para a vida e seus antigos moradores jamais poderão retornar às suas casas.



TAGs: , ,

1 comentários:

Postar um comentário